top of page

Uma das melhores perguntas feitas no Conversando com Deus!

No áudio 23 do último livro da trilogia Conversando com Deus, Neale faz uma pergunta extraordinária.


Neale comentou que várias vezes ao longo do diálogo, Deus comentou que o mal existe para que tenhamos um contexto no qual possamos experimentar o bem. Que para que possamos experimentar o que somos, precisamos daquilo que não somos. (Basicamente, que não existe o "Bem" como o conhecemos se o "Mal" não existir).


No entanto, Neale percebeu que praticamente em todas as descrições dos Seres Muito Evoluídos não contem o "Mal". Nos Seres Muito Evoluídos só é possível perceber descrições do Paraíso!


"Ué... então cadê o "Mal" para que o "Bem" possa ser experimentado nas Sociedades Muito Evoluídas?"


Deus comentou que essa foi uma das melhores perguntas feitas no diálogo inteiro! E Ele responde:


Na ausência do que você não É, aquilo que você É não é.

Por exemplo: na ausência do calor, você não tem como saber o que é a experiência do frio e assim por diante. Essa é uma Verdade do Universo. É uma Lei Universal.


Nós criamos tudo isso. Nós é que damos significado ao quente e ao frio, ao bem e ao mal. Se sairmos para o espaço cósmico, veremos as nossas definições desaparecerem!


O Universo nos oferece um campo de experiência, que podemos simplesmente chamá-lo de uma série de fenômenos objetivos e somos nós que decidimos como rotulá-los.


Não é preciso uma condição oposta existir bem perto de você para fornecer um campo contextual em que a realidade que escolhe pode ser experimentada. A distância entre os contrastes é irrelevante!


De fato, já experimentamos tudo! Nesta ou noutras vidas. Já experimentamos tudo. Na verdade, SOMOS TUDO. Tudo está gravado em nossa memória. Não precisamos experimentar algo novamente se não quisermos. Só precisamos lembrar dessas experiências, saber que existem, para invocar a Lei Universal da relatividade.


Já experimentamos TUDO! SOMOS TUDO, a TOTALIDADE. Somos o que estamos experimentando!

E dá pra simplificar: Agora, estamos apenas nos lembrando de tudo o que somos e escolhendo a parte disso que escolhemos experimentar neste momento, nesta vida, neste planeta e nesta forma física!


Estamos nos tornando mais uma vez conscientes do UM, de que somos todos UM! É um processo de nos lembrarmos do que já somos!


Os Seres Muito Evoluídos já se lembraram de quem são, eles não precisam ter negatividade em seu próprio mundo para saberem o quanto a sua civilização é positiva. Eles são positivamente conscientes de quem são sem ter que criar a negatividade para prová-lo. Só observam o que não são, observando isso em outro lugar o campo contextual.


O planeta Terra é um desses lugares para os quais os Seres Muito Evoluídos olham quando buscam um campo contrastante... ao fazerem isso relembram de como era quando eles experimentavam o que nós terráqueos estamos experimentando (o "Mal")... e desse modo, sempre tem um ponto de referência que lhes permite saber e compreender o que eles estão experimentando!


Extraordinário, não é mesmo?


Escute a narração desse áudio e perceba como tudo fica CLARO COMO CRISTAL:



239 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page